Mundo Imundo…

12 jun

Olhar apreensivo

Sentimento incontingente

Duvida esperançosa

A espera do filho que não vem

Ela teima em não se conformar

Nada adiantou,

não se importa com ninguém

o filho que criou

não se importa também

procura na multidão

a tempos já não o vê

Ela custa a acreditar

Mas ele não se importa

Festas, bebidas e mulheres

São muito mais importantes

Nem a verdadeira amizade

Ele sabe respeitar

Não se pergunta onde errou

Ela só sabe se culpar

“tudo aquilo que eu lhe disse,

Onde foi parar?”

Olhos úmidos em meio

A imensidão

Consola-se na Notícia

de que ele está bem

Sabe que o perdeu

Sabe que ele se perdeu

No mundo imundo

No abismo profundo

Da escuridão

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: