Miragem…

22 jun

Onde estão os cacos, nessa fumaça de cigarros

Onde poetas escrevem seu passado

Em pedaços de jornais amassados

Sem saber que ali não se deve mais mexer

No canto do balcão, mais um copo derramado

Só mais uma noite, mais um trago

Quanto mais se aquece, menos se esquece,

Mais é amargo, doce insensatez

Feliz ninguém está

É difícil negar, talvez impossível

Mas enquanto ninguém se move,

Não existe salvação, não existe solução

Insistimos em trilhas que levam ao mesmo lugar

Mas quem disse que queremos sair dali

Nunca soubemos aonde ir, nem aonde chegar

E não podemos, nem devemos partir…

O Mundo gira mais do que devia

E as coisas boas são mera ilusão

Por pouco ou muito tempo se é chato,

Ou mesmo um amigão

Aos olhos de quem te olha,

Aos versos de quem observa…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: