Sempre Precisei de um Pouco de Atenção

23 jun

Dois dias, duas luas,

Outros mundos, outras pessoas.

Outras vidas, novas histórias.

Nada de temor, apenas esperança.

Nova vida pra quem precisa

Duvidas, e duvidas.

Sempre persistem

Falta de atenção

Falta de emoção

Falta de opção

Quando mais se precisa de atenção

Dois dias, duros dias

Trabalho acima de tudo

Falta de atenção

E a duvida é maior que qualquer coisa

Sobra negação

Sobra indisposição

Quero um acorde,

Quero uma poesia

Que não me deixe triste

Que me faça acreditar

Que aquilo que acreditei existe

Eu não preciso de dinheiro

Não preciso de luxo

Preciso de atenção

Me sinto frágil,

Sozinho em meio às pessoas

Me sinto estranho

Em meio ao mundo que eu nunca entendi

E não quero entender

Vivendo bem ou mal

Vou ser eu

Voltarei a ser eu,

E eu não mereço sofrer

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: