Veneza…

23 jun

Manhã maluca…

Depois que se dorme no chão

Pouco se dorme, pois o chão é frio

E quando se acorda da de cara,

Com outro problema,

Não entendo tal dilema

Pra mim é um desafio

Quero estar ao seu lado

Mas há algo que sempre,

Me entristece

Não que eu quisesse

Mas é como se tudo indicasse

Que não gosta de me ver

Apesar de me dizer o contrário,

A folha do calendário que como eu

Espera por você,

Nunca se contenta

Gosto do seu cheiro

Do seu corpo

De tudo o que me diz

Mas não sei se dessa forma

Sou ou serei feliz

Nada de bajulações

Apenas falo a verdade,

Sem ansiedade,

Hoje parece mais precisar de mim

E saiba que eu vou estar aqui

Feliz ou não

Palavras fortes em poucas palavras

Algo que assuste, sem assustar

Mas aqui estou eu para o que precisar,

MEU AMOR…

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: