Sem Mais Delongas…

27 jun

Não se olha pro passado,

Exceto quando ele ainda é presente

Pois se é presente,

Naturalmente será futuro,

Mas até quando?

Eu não posso tocar seus pés

Nem mesmo os beijaria,

Mas o que ainda me arrepia

É algo que já sabia,

E que nunca quis acreditar

Por que quis lutar por algo

Que não existia,

Nada de remorsos,

Nada de rancor,

Só peço que quando

For falar de mim,

Lembre-se qual coração se partiu

E qual sentimento existiu,

Quem insistiu,

E quem realmente desistiu.

Um sorriso sincero,

em uma manhã fria,

Lembrando que amanhã é outro dia

Foi o que me restou…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: