Um Diário, Um dicionário

19 jul

Busco palavras,

Busco ouvi-las dizê-las

Senti-las, sem temê-las

Quero os versos mais belos,

Que nunca estão ao meu alcance,

Como a poesia que há algum tempo

Não vinha até mim

Um sussurro, ou um grito

A verdade, ou um mito

Estórias e histórias

Frases sem memórias

E nada a perigo

Onde se obriga abrigo

Embriaga-se a libido

Peças, poças

Perdões apelos

Pontes, prantos

Apenas palavras

O silêncio e o soluço

Difíceis de entender

Nada é feito pra se entender

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: