Limas ao por do sol… gumes a primavera…

29 set

Falta de abrigo,

Pra um frio imenso

Frio intenso

Em pleno verão

Dias nublados,

Ou chuvas ao sol

Gotas ao lençol

Isqueiro aceso ao chuveiro

Não há conselhos

Não há nada que possa consolar

E quando se espera o tal afago

Se recebe um banho de água fria

Algo que congela até mesmo um coração

Talvez não por intensão

Mas crava como uma lança

Destrói a lembrança

De algo que passou….

Amanhã as coisas voltam ao lugar

Ou os lugares trocam de coisas

Silêncio que corta….

Saudade que mata….

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: