Fria Primavera…

30 set

Quem dera eu ter a insensatez

Tal como as folhas de setembro

Que deixam de cair….

Os erros que cometo

São os mesmos de outrora

Que prometi a mim mesmo

Não cometer agora…

Fato consumado

Ato desesperado

Cansei de dizer a mim mesmo

 És a parte que não deve ser atingida

Pelos meus dias ruins…

Não quero afaster-te,

Ainda assim,

É a melhor parte de mim

E a parte que devo proteger

De mim mesmo…

Desculpas, não são nem perto

Do suficiente,

Mas infelizmente,

É o que tenho pra oferecer…

Além de versos sinceros…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: