Fora do Ninho, Mas no Seu Caminho…

28 abr

Nuvens vinham entre névoas

E a cada segundo uma ansiedade

Tomava conta do seu ser

Trazia em sua mala

Um passado que devia ter

Deixado de lado,

Algumas canções

Que ele mesmo escreveu,

Meias sujas e um pouco de uísque

Em seu cantil

Ao seu lado,

Palavras que ele não podia ouvir

E que tão pouco importavam

A escuridão à beira da estrada

Impedia que ele visse o que se passava

Ligou o rádio, e nele tocava

Uma velha canção

Que falava de solidão

Sentiu paz,

Mas achou estranho

Desejar aquilo que ele

Sequer tenha chegado perto

Ao amanhecer estaria em seu lugar

O mesmo lugar que ele havia abandonado

Mas que se sentia melhor do que qualquer um

Ao voltar e olhar as fotos da estante

Parou por um instante,

Sentiu-se livre,

E soube que ali já não era o seu lugar

Mas continuou a apreciar

A melhor companhia

que ainda podia ter…

 

 

 

 

Anúncios

Uma resposta to “Fora do Ninho, Mas no Seu Caminho…”

  1. :) 28 de abril de 2012 às 12:39 #

    Filosofia de vida: aprenda a viver sozinho, depois procure companhia, acho que fecha com a última parte doq vc escreveu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: